Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Valongo do Vouga

Notícias sobre Valongo do Vouga

Valongo do Vouga

Notícias sobre Valongo do Vouga

Dinora Ferreira Bastos

Dinora Ferreira Bastos.GIFDinora Ferreira Bastos

Nascida a 15/05/1982, filha de António Bastos e Lucinda Bastos,
obteve a Licenciatura em Ciências da Nutrição, na Universidade do Porto,
realizou o seu Estagio no Hospital Infante Dom Pedro, Aveiro,
promoveu um trabalho de Investigação Cientifico na Selecção Nacional de Voleibol.

RA : Estudar para obter uma licenciatura em nutrição surgiu por vocação?

DB: Não, surgiu antes como reflexo de uma preocupação crescente em moldar um estilo de vida com qualidade, em que a saúde é um factor determinante. A vocação estrutura-se à medida que aperfeiçoamos os nossos conhecimentos.

RA : Actualmente a área que estuda é de grande importância numa sociedade que se preocupa com o corpo, bem-estar e alimentação. Concorda?

DB: Naturalmente que sim, mas os cuidados com a alimentação não devem interessar apenas a quem tem peso a mais, ou fazer parte unicamente de uma preocupação estética. Se tivermos em conta que a situação nutricional decorrente de uma alimentação insuficiente, excessiva ou desequilibrada é hoje o principal problema de saúde do mundo, compreende-se que a nutrição e alimentação devem fazer parte das preocupações primárias do Homem.

RA : Quais as áreas de actuação dum Nutricionista?

DB: As principais áreas de actuação dum nutricionista são sem dúvida na nutrição clínica, em Saúde Publica e na Restauração Colectiva, quer em hospitais, centros saúde, Câmaras, empresas de restauração, creches, lares.

RA: Qual a área que a cativa mais?

DB: Desde o início da minha licenciatura o meu objectivo era trabalhar na nutrição clínica e dentro desta a nutrição no Desporto. Tive oportunidade de fazer um trabalho de investigação nesta área o que ainda me deixou mais confiante que é realmente esta área que me seduz.

RA: Dê meia dúzia de conselhos aos nossos leitores que desejem ter uma alimentação equilibrada?

DB: A alimentação deve estar adaptada ao estilo de vida de cada um, como por exemplo, a prática ou não de exercício físico. No entanto, há práticas que devem fazer parte da alimentação de todos: tomar sempre o pequeno-almoço, não dispensar o leite, evitar o sal, comer diariamente hortaliças e frutos, não exagerar nos doces, evitar as gorduras (os bolos para além de açúcar têm muita gordura!), são alguns dos conselhos que contribuem para o equilíbrio alimentar.

RA: Quais os seus projectos pessoais?

DB: Passam, obviamente pela nutrição. Trabalhar no que mais gosto e uma vez que segundo alguns estudos“cada ser humano passa, em média, quinze anos da sua vida a comer e senta-se à mesa cerca de cem mil vezes”, conseguir contribuir para uma sociedade mais consciente da importância da alimentação/nutrição na saúde.


( Entrevista publicada no semanário Região de Águeda )

“O QUE NOS DEU PARA FAZER E ESCREVER”

Livro de Souza Baptista

Souza Baptista.JPG

Maria d'Alva Soares Souza Baptista, filha do benemérito Joaquim Soares de Souza Baptista, na semana passada ofereceu à CPVV um exemplar do livro escrito por seu pai, “O QUE NOS DEU PARA FAZER E ESCREVER” uma obra editada em 1943 pela Tipografia Aguedense. Assim este exemplar vem reforçar o espólio da Biblioteca da Casa do Povo de Valongo do Vouga.

Actividades da CPVV

cpvalongo.gif

A Casa do Povo de Valongo do Vouga proporciona na semana de 26 a 30 de Março um programa de ocupação dos tempos livres para participantes com idades compreendidas entre os 6 e os 12 anos.

O coordenador deste projecto é o Professor Sérgio Silva, e tem a colaboração de Rúben Vinhas e Rut Bolívar.

Pretende-se ocupar de forma saudável os tempos livres dos jovens, através de actividades lúdico- desportivas, desenvolver nas crianças e jovens competências que valorizem a prática desportiva na sua vida quotidiana, promover comportamentos saudáveis, partilhar experiências e fazer novas amizades.


O programa inicia-se diáriamente às 9h00 com a recepção. Entre as 9h30 / 12h30 actividades lúdico – desportivas. Das 12h30 / 13h30 almoço. Das 13h30 / 14h30 ateliers, das 14h30 / 16h30 torneios, 16h30 lanche e às 17h00 o encerramento. Das 7h30 às 9h e das 17h às 18h30, caso seja necessário, as crianças podem ser deixadas pelos Enc. Educação no A.T.L. da Casa do Povo de Valongo do Vouga.

Mais informações poderão ser obtidas na Casa do Povo de Valongo do Vouga ou na Escola EB 1º Ciclo de Arrancada do Vouga ou ainda pelo Tlm – 917860357.

Actividades: Basquetebol, Futebol, Voleibol, Badmington, Golfe, Informática, Projecção de filmes, Jogos tradicionais e Atelier de artes.

O equipamento necessário será fato de treino e sapatilhas. A inscrição inclui seguro individual, almoço, um monitor permanente, certificado de participação e prémios surpresa.

Pascoa Casa Povo Valongo Vouga.GIF
Foto com os participantes!

Almoço 1º de Maio - Dia do Trabalhador - Quinta de Santo André

Almoço 1º de Maio
Dia do Trabalhador

Com Música Tradicional Portuguesa ao Vivo

Quinta de Santo André

Salgueiro – Valongo do Vouga

1 Maio.GIF


Mesas com Entradas
Camarão Casa
Panadinhos
Pataniscas de Bacalhau

Menu Servido
Sopa – Caldo Verde
Bacalhau à Casa

Mesas de Doces
Pudim Santo André
Pudim Caseiro
Leite-creme Caseiro
Ananás ao Natural
Bebidas Servidas
Martini
Porto (branco/tinto)
Vinho do Douro (branco/tinto)
Sumos
Cerveja
Água (c/ e s/ gás)
Coca-cola
Champanhe (bruto / meio seco)
Café
Descafeinado
Digestivo


Estará aberto um Bar durante a tarde e haverá Passatempos


Animação Infantil (Babysitter)


Confirmar até 28-04-2007 através dos números:

234 647 154
91 60 05 884
91 69 66 466


Informação: Ana Paula

IV Festival de Música Moderna

IV_Festival_ Musica_Moderna_santosbar.JPG
IV Festival de Música Moderna

O Santu’s Bar em Arrancada do Vouga vai promover o 4º Festival de Música moderna, já no próximo Mês de Abril.

Inicia na quinta-feira 5 Abril e termina no domingo 8 de Abril.

05-04-2007 quinta-feira :

Hu-matic – Alberagria-a-Velha
Minweep – Coimbra
Pele – Porto
Silkshadow – Valongo do Vouga

06-04-2007 sexta-feira :

Nau – Águeda
Cynicals – Coimbra
Húmus – Stª Maria da Feira
Joana Pedro – Lisboa

07-04-2007 sábado :

The agency – Lisboa
Original – Lisboa
Jah Riot – Aveiro
Ekus – Porto

08-04-2007 domingo :

“A GRANDE FINAL”

ACRAR BAR

Redonda - Valongo do Vouga:


Sábado, 24 Março a festa continua com o DJ Ruca, oferta de bebidas para elas...
e muita animação.
a partir das 00h.
entrada livre s/consumo obrigatorio

Em breve - festa da espuma!

ACRAR 315269648.jpg
ACRAR 319083155.jpg
ACRAR 321342627.jpg

Protocolo de comparticipação de transporte escolar

20070319170556812934.jpg
A Câmara Municipal e a Junta de Freguesia de Valongo do Vouga assinaram um protocolo que prevê a comparticipação de transporte escolar.

Considerando o espírito de cooperação e coadjuvação entre autarquias na realização das suas atribuições e competências, a Câmara Municipal e a Junta de Freguesia de Valongo do Vouga assinaram um protocolo que reflecte a necessidade das populações e o interesse municipal.

No protocolo assinado, a Câmara Municipal de Águeda fica obrigada comparticipar o transporte escolar, no valor de €28.000,00, a entregar em 10 prestações mensais, desde o dia 15 de Setembro de 2006 até ao final do ano escolar em curso.

Por seu lado, a Junta de Freguesia de Valongo do Vouga compromete-se a assegurar o transporte escolar no ano lectivo 2006/2007 e seguintes, dos alunos do ensino básico que frequentam os estabelecimentos de ensino E.B.1 de Arrancada do Vouga, E.B. 1 de Valongo do Vouga e E.B. 2. 3 de Valongo do Vouga e ainda alunos que frequentam as escolas secundárias de Águeda em conformidade com os circuitos aprovados, de e até à paragem de Arrancada do Vouga.

O transporte de ida e volta será realizado entre a residência dos alunos e os estabelecimentos de ensino que frequentam, de acordo com os seus horários de funcionamento. Neste protocolo ter-se-á em consideração a lotação e demais normas relativas ao transporte de crianças.

Este protocolo vigora pelo prazo de um ano escolar, sendo automaticamente renovado por iguais períodos, enquanto convier a ambas as partes e não for denunciado, sendo actualizada a prestação anual, em conformidade com o índice de inflação para o sector dos transportes.

Este é mais um exemplo de colaboração e entreajuda entre autarquias na persecução e realização das suas obrigações e competências.

Foto e texto obtidos em :

http://www.cm-agueda.pt/

Pág. 1/2

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D