Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Valongo do Vouga

Notícias sobre Valongo do Vouga

Valongo do Vouga

Notícias sobre Valongo do Vouga

"Encontro Nacional de Mestres Alfaiates"

Águeda palco de encontro nacional de alfaiates


Antonio Jose Oliveira com o pai.GIF

Alfaiates de todo o país reuniram-se em Águeda, no domingo dia 21 de Maio 2006, em mais um "Encontro Nacional de Mestres Alfaiates", que se realiza há já 17 anos e que teve lugar, pela primeira vez, no concelho, organizado por António José Oliveira, de Valongo do Vouga, o mais jovem alfaiate do país.

O encontro realizou-se na Quinta dos Vales, em Mourisca do Vouga, com início às 9h30, altura em que foi feita a recepção, seguida de missa, às 11h, na Igreja de Valongo do Vouga, em honra de S. Bom Homem, padroeiro dos alfaiates. Para as 12h30 ficou marcado o almoço convívio, na referida quinta, seguindo-se depois a entrega de lembranças, prevista para as 15h. Meia hora depois, actuou o Rancho Infantil e Juvenil da Casa do Povo. O encerramento aconteceu por volta das 18 horas.

Com uma participação no encontro de cerca de uma centena de alfaiates, António José Oliveira, com estabelecimento em Valongo do Vouga, é um dos poucos alfaiates que ainda vão resistindo."trabalhamos para pessoas que gostam de andar bem vestidas", faz questão de sublinhar António José Oliveira, que está nesta arte desde 1986, altura em que tirou um curso na Academia de Corte Maguidal, incentivado pelo pai, também alfaiate de profissão que, por sua vez, herdou do pai.


Antonio Jose Oliveira - diploma.GIF
António José Oliveira constitui assim a terceira geração de alfaiates na família.

Antonio Jose Oliveira - a costurar.GIF
Segundo António José Oliveira, esta actividade também já conheceu melhores dias, sofrendo hoje, como tantas outras, os efeitos da crise e da concorrência asiática.
"Os nossos governantes deveriam incentivar e apoiar a formação nestas áreas que estão em vias de extinção", defende o mais jovem alfaiate do país, cujo sonho era poder montar uma escola de formação de alfaiates.

"O custo de vida não está para aventuras, as pessoas optam pelo mais barato", refere António José Oliveira, salientando o facto de "terem aumentado os pedidos para arranjo de roupa, o que antes não se verificava tanto"
Com António José Oliveira trabalham o seu pai e a sua mãe, mas a esposa, Nélia Oliveira, que também lá já trabalhou, optou por sair, devido aos dias menos bons que enfrenta esta actividades.
António José Oliveira lembrou ao RA, o tempo em que o seu pai, hoje com 60 anos, percorria as aldeias a pé, onde permanecia alguns dias a trabalhar para as pessoas da comunidade. Aos 18 anos, foi trabalhar para uma das melhores alfaiatarias de Aveiro, onde conheceu a sua esposa, que lá trabalhava como costureira.
Foi a ver o pai trabalhar que António José Oliveira ganhou interesse pela arte, aos 11 anos.


Texto adaptado de Isabel Gomes Moreira, Publicado no Semanário Região de Águeda de 26 de Maio de 2006


António José Oliveira, pertence ao Rancho Infantil e Juvenil da Casa do Povo de Valongo do Vouga e colabora como o Região de Águeda com textos sobre as actividades do Rancho e da sua terra.

Noite Country na Quinta da Gandarinha

Decorreu no passado sábado dia 10 de Junho, um jantar temático, organizado pela Qtª. Da Gandarinha, sob o tema “ UMA NOITE COUNTRY ”.

Estiveram presentes mais de sessenta convidados trajados a rigor.

Noite Country_129.GIF

Depois de uma recepção calorosa, com aperitivos e cocktail de boas vindas, foi servido um requintado churrasco, ao som de música ao vivo e de um ambiente à média luz.


Noite Country_080.GIF

Os convidados deram largas à sua boa disposição, dançando ao ar livre e recreando um verdadeiro cenário de “Cowboys”, contando para festa com a presença de um touro mecânico a desafiar os mais destemidos.

Noite Country_231.GIF

A esta iniciativa juntou-se a Corvauto, SA. com o novo modelo de Pick-up Strakar que pôs à disposição dos convidados para a realização de “Test Drive”.

Noite Country_007.GIF
O evento durou até às tantas…

Sempre a um ritmo animado e divertido.

4000

VV_01.JPG
Quem foi o quarto mil ?

Repito o que se disse pelo milésimo visitante....


Quem foi o primeiro?

Quem será o último?

Acham que é essa a essência que quebra a inércia e justifica manter este espaço “aberto”?
Acham que é esse o apanágio?

Não quis fazer a apologia da irreverência para o irreverente, o tendencioso pela tendência, a “fugacidade” de vos captar não pelo conteúdo, mas pela imagem…ou pela imagem mostrar-vos a síntese do conteúdo?

Eu ainda não me cansei de divulgar a existência deste espaço, “procurar motivar as visitas a este espaço”, de dizer este espaço não é meu, é vosso, mas teimosamente para muitos que já sabem que este espaço existe, a indiferença e a maledicência deve ser mais forte que a simples participação. Sem falsa modéstia, também sei que a recôndita inveja pode ser a causa da apatia. A chamada oposição dos que nada fazem…ou o simples temor de dar a conhecer a visão que temos do que nos rodeia. Sim somos rodeados de muita hipocrisia e se não nos acautelamos acabamos por render ao culto dessa praga que nos assola, sem darmos por isso. Reparem, eu não reivindico aplausos, não quero nem tenho necessidade de ser bajulado, reivindico críticas, sugestões, ideias, ideais! Mas como estas palavras seriam para aqueles que certamente nem se darão ao esforço de ler este texto até aqui, a vós que regularmente têm acompanhado a evolução deste Valongo do Vouga virtual, por vezes desfazado da cronologia, fragmentado pela ausência do que ficou por dizer ou mostrar, agradeço muito a vossa assiduidade, e a vós não nego confessar a satisfação pessoal que este projecto proporciona, achar que apesar de imperfeito, este espaço foi, será e é conquistado para vós!

Esperamos como predadores pela presa, sem pressa, mas ávidos por conseguir um pouco de participação. Se não saciarmos o nosso ego, pelo menos saciamos a submissão a uma causa, em que o troféu é magnitude deste projecto, tão grande ou tão pequeno, tem o limite que a vossa imaginação possa alcançar, intemporal e sem barreiras!

Porco no espeto na Veiga

No dia 3 de Junho às 18:00 junto à Capela da Veiga decorreu um convívio com porco no espeto. Esta iniciativa promoveu o salutar convívio entre os participantes e foi uma forma de animar a localidade.

Tempos livres nas férias

A Escola EB 2,3 de Valongo do Vouga com vista a incentivar os alunos para uma ocupação saudável dos tempos livres e proporcionar um leque de possibilidades lúdicas-culturais no sentido do desenvolvimento psicomotor e cognitivo desafia os seus alunos a participar nas actividades programadas para os tempos livres.

Aproximar os alunos da escola, através da vivência directa de uma pedagogia não directiva, empenhada na espontaneidade e no voluntarismo, sensibilizar os jovens para valores como a cooperação, a solidariedade e a tolerância e dimensionar a escola para uma efectiva interacção com o meio são objectivos e propósitos traçados neste ambicioso plano que conta com a autorização dos pais e a motivação dos alunos.

A calendarização é a seguinte:

De 3 a 7 de Julho, as actividades decorrerão na escola e meio envolvente, de 2ª a 6ª feira, das 9h 30 às 12h 30 e das 14h 00 às 16h 30.

De 10 a 13 de Julho, decorrerá o “X acampamento cultural”.
As refeições, durante a primeira semana, são confeccionadas no refeitório da escola, mediante inscrição prévia (até dia 16 de Junho, no Conselho Executivo).
Para os quatro dias de acampamento, cada participante terá que pagar uma taxa de participação.


De 3 a 7 de Julho
actividades desportivas,voleibol, basquetebol, futebol, andebol; bagmingtom, orientação; mini-golf; natação.

Os ateliers e outras actividades: Informática, pintura, escultura, animação, exploração do meio. Raids turísticos.



De 10 a 13 de Julho decorrerá o acampamento cultural na quinta da fonte quente – na Tocha, o que implicará a participação em diversos torneios, piscina, minigolfe, discoteca, parque aventura

Escola Segura

20060526 -Escola segura CSPVV.JPG
A equipa da “Escola Segura” da Guarda Nacional Republicana com o recurso e apoio das novas tecnologias, apresentou aos utentes do Centro Social e Paroquial de Valongo do Vouga uma acção de formação direccionada para a segurança das crianças em casa, na estrada e ao ar livre.

A iniciativa captou o interesse dos pequenitos que seguiram com muita atenção os conselhos dos dois elementos da GNR e no final tiveram oportunidade de debater e dialogar sobre o que lhes foi apresentado.

Ciclo-turismo da ACRAR

No passado Domingo, dia 4 de Junho, a ACRAR – Associação cultural e recreativa dos amigos da Redonda de Valongo do Vouga, realizou o seu ciclo-turismo. Cada participante teve direito a um boné e uma t-shirt, O almoço com caldo verde, grelhado misto e sobremesa, serviu para recobrar as energias.

Este passeio em bicicleta partiu da sede da ACRAR na Redonda e prossegui em direcção ao Salgueiro, Moita, Beco com paragem em Macinhata. Onde ocorreu uma pequena interrupção para recobrar energias e prosseguiu por Carvalhal, Valongo do Vouga, Brunhido e finalmente o regressou à Redonda. Este evento teve uma boa aderência dos patrocinadores e um satisfatório numero de inscritos para o convívio, motivo pelo qual a Direcção pode expressar a sua satisfação e agradecer publicamente a todos os envolvidos.

Crianças no Santuário de Fátima

20060610-fatima-2.JPG
20060610-fatima-3.JPG
Cerca de uma centena de crianças da Paróquia de Valongo do Vouga, deslocaram-se a Fátima em peregrinação no passado sábado dia 10 de Junho.

20060610-fatima-1.JPG

Este "grande" pequeno grupo, foi junatr-se às cerca de 30.000 crianças oriundas de toadas as Dioceses do país, que comemoraram o 90º aniversário das aparições do Anjo, ocorridas durante o ano de 1916.

Fátima
Cartaz oficial do evento

Pág. 1/2

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2007
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2006
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D
  248. 2005
  249. J
  250. F
  251. M
  252. A
  253. M
  254. J
  255. J
  256. A
  257. S
  258. O
  259. N
  260. D