Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Valongo do Vouga

Notícias sobre Valongo do Vouga

Valongo do Vouga

Notícias sobre Valongo do Vouga

JOC – Juventude Operária Católica

A JOC – Juventude Operária Católica é um Movimento de Jovens – entre eles, por eles e para eles – que tem por missão a libertação dos jovens trabalhadores, sendo testemunha da presença libertadora e do projecto de Jesus Cristo no seio da classe operária.
Em Portugal a JOC comemora este ano 70 anos de existência e pretende comemorar este marco com uma Campanha Nacional.
A Precaridade e instabilidade no trabalho é a realidade escolhida pela JOC para ser o centro da Campanha Nacional que decorrerá até Julho de 2006 com o slogan “Trabalhador… Boneco de Produção? Não”. Esta Campanha Nacional, será vivida também na Diocese de Aveiro.
Para a JOC, a Campanha Nacional é um processo dinâmico e contínuo de acção e reflexão diante de um problema ou situação juvenil colectiva, procura que os jovens no seu bairro, fábrica, escola, ou qualquer meio onde estejam, tomem uma maior consciência das situações em que vivem e actuem no sentido da sua transformação pessoal e no seu ambiente de vida, sendo a Campanha um processo dinâmico contínuo de acção e reflexão, a JOC de Aveiro vai ao encontro de situações de precaridade e instabilidade dos jovens trabalhadores, escolhendo uma empresa para ser o nosso campo de acção.
A precaridade e instabilidade no trabalho nasce como preocupação dos jovens perante a realidade laboral vivida no nosso país. A grave situação do desemprego em algumas zonas do país, com contratos a prazo, a mobilidade geográfica dos trabalhadores, a flexibilidade dos horários, as dificuldades de acesso ao primeiro emprego e as licenciaturas que não possibilitam saídas profissionais, são algumas situações que têm consequências na vida dos jovens trabalhadores e das suas famílias e por isso merecem, neste momento, que todos os jovens trabalhadores unam esforços para poderem ir além da sua acção pessoal, porque diante de problemas comuns e colectivos os jovens devem encontrar respostas colectivas.

Aveiro, 22 de Novembro de 2005
A Juventude Operária Católica

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D